Pendentes, lustres e luminárias: qual usar?

Saber equilibrar a iluminação natural e artificial da nossa casa é fundamental para garantir beleza e sofisticação, e também gerar uma certa economia na conta de luz. Com isso, o projeto luminotécnico ajuda muito no que diz respeito a esses fatores, além de proporcionar um destaque e conforto visual para os ambientes.

Dessa forma, ao decidirmos o ponto da iluminação natural, chega a hora de escolher como será a iluminação artificial, e durante essa seleção, comumente surge a dúvida: pendentes, lustres ou luminárias? Qual escolher?

Para te auxiliar nesse processo de compra, resolvemos abordar mais sobre o assunto neste post, diferenciando cada uma dessas peças e também dando dicas de como usá-las na sua decoração. Continue a leitura e aprenda.

As diferenças entre lustres, luminárias e pendentes

Lustres

Os lustres são uma opção mais tradicional e sofisticada para acrescentar aos ambientes. Composto por diversos braços (ramificações), são suspensos no teto para dar destaque ao móvel principal do local. Há diversas opções no mercado, onde podemos encontrar de metais até aos mais luxuosos com cristais ou outros materiais valiosos e importados.

Os estilos também podem variar de rústicos, modernos e artesanais, e a escolha é feita de acordo com cada ambiente. Sua principal funcionalidade é a iluminação do local, entretanto, há quem o utilize apenas como objeto decorativo, mas sempre é importante que ele dialogue com todo o espaço. Assim, entre os cômodos mais usados, eles podem estar em:

  • Halls de entrada;
  • Salas de estar;
  • Corredores;
  • Closets;
  • Salas de jantar.

Pendentes

Sendo uma opção despojada e moderna, os pendentes são mais voltados para compor a decoração do que para iluminar o ambiente como um todo. Por serem suspensos, com fios longos e com a fonte de luz, para utilizá-los corretamente é preciso observar qual é o ponto do local que você deseja ter uma leve iluminação.

A grande vantagem deles é a sua versatilidade e as inúmeras opções de formatos e tamanhos que se encaixam perfeitamente em qualquer tipo de decoração. Assim, podemos encontrá-lo em estilos rústicos, coloridos, sofisticados, neutros, entre outros; para acrescentar em ambientes como:

  • Bancadas;
  • Mesas e mezaninos;
  • Laterais da cama;
  • Ambiente de leitura.

Luminárias

As opções de luminárias são tão vastas que podem ser separadas inclusive por categorias:

  • Sobrepostas: são instaladas em paredes e teto para iluminar todo o espaço. Entre os modelos, existem aquelas que ficam suspensas no teto, as que se direcionam para locais diferentes (spots) e as que ficam mais rentes ao forro (plafons).
  • Embutidas: as luminárias embutidas não ficam expostas, por isso, possuem mais um efeito decorativo, transmitindo um conforto visual ao ambiente. Elas são comumente instaladas em jardins, sacadas, entre outros.
  • Arandela: essa opção de luminária é usada na parede, para decorar halls, ambientes de paisagens e corredores.
  • Articulada: são as mais tradicionais e que provavelmente você está acostumada a ver. Elas podem ser de mesa ou de chão (com o pedestal e o abajur) e são mais usadas em salas de leitura e de estar, quartos e escritórios.

[Leia também: Espaço de leitura: como planejar um local aconchegante]

Dicas importantes para usá-los corretamente

Além de levar a sua funcionalidade aos ambientes, esses tipos de iluminação garantem mais elegância ao local, pois possuem diferentes formatos e tamanhos, que passam a ser um detalhe a mais para a decoração.

Por isso, é muito importante que você saiba usá-los, para que assim os seus espaços fiquem equilibrados e harmonizados com os outros objetos. Separamos algumas dicas para facilitar na hora de tomar a decisão. Confira:

Como utilizar os lustres?

O detalhe mais importante e que você deve observar ao optar pelos lustres é o tamanho do ambiente que você quer inseri-lo. Se o seu espaço for reduzido, dê preferência para modelos menores e menos extravagantes. Agora se o cômodo for grande ou se for um ambiente integrado, você pode usar e abusar do objeto, escolhendo as opções grandes, com várias ramificações de lâmpadas para iluminar e valorizar todo o local.

Quando usar os pendentes?

Os pendentes possuem uma função mais decorativa e o objetivo ao usá-los é dar um foco de luz para lugares específicos. Por isso, não há muitas restrições para acrescentá-los na decoração. No entanto, atente-se apenas para a altura ideal e também ao estilo da sua decoração para que fique tudo harmonizado.

Onde devo acrescentar a luminária?

A regra principal para escolher a luminária certa é a atenção com o visual e as composições do cômodo todo para não ter ambientes com excesso de informação e também de iluminação.

Sendo assim, para lugares mais amplos, as luminárias de chão podem valorizar bastante o espaço. Já para os ambientes menores, prefira abajures ou luminárias mais discretas que harmonizem com a proposta de decoração do cômodo, possibilitando um maior conforto visual para todos os moradores.

O que você achou do conteúdo? Continue nos acompanhando e baixando os nossos materiais para receber dicas incríveis de decoração. Nos acompanhe também em nossas redes sociais.

Compartilhar é se importar!

(Visited 215 times, 2 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *