Como escolher tecidos para móveis

Escolher os tipos ideais de tecidos para móveis pode não ser uma tarefa tão fácil. É importante levar o tipo de revestimento em consideração, seja na hora de comprar um novo móvel ou de escolher um novo tecido para cadeira, sofá ou poltrona. As preferências devem variar de acordo com o uso, para evitar problemas no futuro.

Resistentes e fáceis de limpar

Principalmente quando há pessoas alérgicas ou animais de estimação dentro de casa, deve-se optar por tecidos para estofados que sejam práticos e duráveis.

  • Jacquards: São tecidos de luxo, que costumam ser repletos de desenhos elaborados em diferentes relevos. Lembram uma espécie de lona, sendo altamente resistentes e acumulando menos sujeira.

  • Sintéticos: São naturalmente impermeáveis, e também bastante resistentes. A desvantagem é que tendem a ser frios no inverno e quentes no verão.

  • Couro: Além de muito fácil de limpar, também é altamente durável.
  • Couro sintético: Também apresenta a mesma facilidade na hora de limpar, mas é menos durável do que o couro legítimo. Por isso, precisa-se tomar cuidado para que ele não resseque com o tempo.

No caso do couro, seja o legítimo ou o sintético, não é recomendado para casas que têm crianças, pois pode manchar facilmente com canetas ou canetinhas. Os jacquards e os sintéticos são mais recomendáveis nesse caso.

Regiões frias

Para regiões frias, naturalmente é aconselhável o uso de tecidos quentes. Além do próprio couro, podemos citar:

  • Veludo: Podendo ser natural ou sintético, é bastante resistente e durável. Além de quente e acolhedor, vem em diversas opções de cores.

  • Camurça: Além de resistente e bom para quem tem animais de estimação, também é quente e altamente confortável.

Regiões quentes

Para regiões quentes, prefira tecidos que tenham algodão.

  • Linho: É um tecido de luxo, com fibra resistente e macia. Gera um frescor que combina muito com climas mais quentes.
  • Sarja: Maleável e resistente, também ideal para climas quentes.

Vale ressaltar que esses tecidos são mais difíceis de limpar, por serem mais pesados.

  • Suede: É a opção para quem quer um tecido relativamente fresco, mas sem abrir mão do conforto de um toque macio. É fácil de limpar, mas no caso de líquidos pode manchar e por isso deve ser limpo imediatamente.

Outra dica importante é o coringa: a seda. Trata-se de um tecido de luxo clássico e brilhoso, quente no inverno e fresco no verão.

Exteriores

Para áreas externas, é necessário um tecido resistente à água. É o caso do acquablock, que é impermeável e pode ser encontrado em diversas cores e estampas. Mesmo impermeável, no entanto, é necessário cuidar para não deixá-lo exposto à chuva, por exemplo, a fim de garantir sua durabilidade.

Reciclados

Para unir decoração aos cuidados com o meio ambiente, os tecidos reciclados são uma ótima pedida. Resultam em um toque macio, com diversas cores e estampas.

Cuidados

Também é importante realizar a impermeabilização para garantir maior durabilidade, principalmente no caso de tecidos para sofá. Isso evita que líquidos e outras substâncias penetrem no tecido gerando manchas. Esse processo deve ser feito anualmente.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *